O Rei. O Herói. O Signo De Leão É Dinâmico E Dramático

O Signo de Leão: a promessa do Rei e o chamado do herói

O Signo de Leão: a promessa do Rei e o chamado do herói

Na jornada zodiacal, com o signo de Leão a estrutura básica do indivíduo está completa.

Leão é o signo do desenvolvimento do ego e da autoconfiança, com forte necessidade de auto expressão, admiração e integridade pessoal.

Mesmo que você não seja leonino(a), o desenvolvimento saudável do ego e da autoconfiança são qualidades muito bem-vindas na sua vida, certo?

Então leia esse artigo com a mente e o coração abertos porque o que eu compartilho aqui diz respeito à sua vida.

Nesse artigo eu exploro a vital importância do signo de Leão na aventura única de você ser quem você é.

O Signo De Leão: A Promessa Do Rei E O Chamado Do Herói
Na jornada zodiacal, com o signo de Leão a estrutura básica do indivíduo está completa. Leão é um princípio da energia masculina, a energia irradiante e vitalizante do Sol.

Principais tópicos desse artigo

“Eu sou”

Vindo de Câncer, um signo pleno de conteúdos emocionais e com dificuldade para organizá-los, Leão surge com a necessidade de desenvolver um ego forte, capaz de apresentar com clareza e segurança para que os que o rodeiam o que se passa com ele.

Muitas questões com Áries ressurgem em Leão, mas com níveis de importância diferentes.

Enquanto Áries é um signo do potencial vigorosamente tentando se realizar, Leão é o signo no qual o potencial está realizado.

Áries diz: “Eu quero me tornar o que eu sou”

Leão diz: “Eu sou”

A Jornada do EU

A jornada arquetípica segue do signo de Câncer para Leão.

Do mundo lunar, a nossa jornada segue para a claridade da percepção consciente solar.

Em Câncer, nós vivenciamos a energia, o potencial e o mistério pertencentes ao Feminino, com os seus ciclos lunares e o mergulho nas nossas emoções mais profundas.

O signo de Leão representa a entidade completa na sua estrutura básica, mas o indivíduo ainda é socialmente incompleto.

Ele tem que aprender a lidar com os outros:

É como uma criança que acabou de completar algo novo e não fica feliz até que cada adulto presente reconheça a sua façanha, porque para a criança, o que ela fez é fascinante!

Esse é o princípio básico da psicologia de Leão.

Há um fascínio genuíno com o eu e um desejo que os outros também se fascinem.

A metáfora para o Leão maduro é o rei ou o Sol. Falerei mais dela abaixo.

Da mesma forma que a luz do Sol dá vida ao Planeta Terra, a personalidade de Leão deseja ser o centro de luz no qual as outras pessoas possam receber a sua luz e refleti-la de volta ao Leão.

O Rei. O Herói. O Signo De Leão É Dinâmico E Dramático
O Sol, o egente do signo de Leão, é um símbolo antigo associado à realeza

A necessidade de expressão e reconhecimento

Tudo o que foi dito acima tem o potencial do orgulho e arrogância, que é a fraqueza mais conhecida de Leão.

Ainda assim, Leão tem uma personalidade relativamente simples com necessidades claramente definidas.

Se essas necessidades são satisfeitas, podemos contar com uma expressão energética dinâmica e honesta de Leão.

Por ser um signo fixo, Leão pode ser teimoso.

Em Leão, ainda estamos no primeiro terço do zodíaco: o indivíduo ainda está se encontrando em relação aos outros e ao todo.

Nessa jornada, somente quando chegamos a Libra é que temos o indivíduo que compreende totalmente a necessidade de compartilhar com os outros.

A auto expressão ainda é a maior meta de Leão e o quanto melhor esse signo puder ser ele mesmo e ser reconhecido por isso, mais satisfatório para ele.

Quando ele tem o que ele precisa (ser totalmente, completamente e autenticamente ele mesmo) a expressão que se apresenta é realmente admirável!

 

A luminosidade Leonina

Leão é um princípio da energia masculina, a energia irradiante e vitalizante do Sol.

O arquétipo de Leão nos fala de muitos atributos. A constância é um deles:

Os antigos sabiam da certeza do surgimento do Sol todas as manhãs.  Era chamado de Apolo na mitologia grega e Rá, na mitologia egípcia.

Muitos mitos mencionam a órbita do Sol em sua carruagem de fogo.

Na Grácia, o caminho de Apolo era o ponto central de muitos mitos, inclusive a lenda de Ícaro.

Quando o Sol passa de Câncer para Leão, a energia das responsabilidades familiares e da construção de bases se transfere para a passatempos, autoexpressão, diversão e alegria.

Passamos de um sentimento gregário para o desenvolvimento da individualidade.

O Rei. O Herói.

O Sol, regente do signo de Leão, é um símbolo antigo associado à realeza.

Ao explorar a simbologia do Sol é útil manter em mente o símbolo da realeza e do heroísmo.

Joseph Campbell chamava de monomito a história do herói, presente na mitologia de todos os povos.

O mito do herói é um mito solar, porque o herói está sempre prestes a se tornar algo.

Leão é o fogo fixo, constante, orgulhoso. É a busca e o processo de se tornar íntegro. É o signo da liderança.

A generosidade de Leão é representada pelo arquétipo do Governante: alguém que integrou o Self e é guiado pelo propósito e planejamento consciente se dirigindo ao povo (Aquário).

A polaridade oposta de Leão é Aquário.

Se Leão representa o indivíduo, resplandecente em sua glória solar, Aquário representa a distribuição de recursos: saímos do indivíduo e vamos para o povo: onde reconhecemos que somos semelhantes aos outros.

Um bom Rei conhece os sofrimento e as necessidades do seu povo.

À partir do centro da generosidade legítima, ele serve ao povo. No movimento do serviço genuíno, Leão acena para o movimento de Virgem, o próximo signo.

A sua grandiosidade afinal, não para auto glorificar-se. Mas para o bem comum.

O Signo De Leão E O Orgulho Leonino

O signo de Leão e o orgulho leonino

Leão é um signo dramático e dinâmico.

Em Os trabalhos de Hércules, Alice Bailey  diz que Hércules lutou contra o leão da Nemeia sem nenhuma arma:

Esse é um símbolo para para controlar as fortes reações emocionais do leão interior.

Da mesma forma que a Lua nos faz uma referência maternal, o Sol nos dá pistas da referência paterna.

E esse é um tema central no desenvolvimento da individualidade para nos tornarmos adultos plenos.

Nos mitos e nos contos de fada, o gigante é um símbolo exagerado do pai, porque para a criança pequena o pai parece um gigante todo poderoso.

Durante a temporada do Sol em Leão vou escrever e gravar vídeos sobre a dinâmica da paternidade.

O coração

Da mesma forma que o Sol é o centro do Sistema Solar, o Sol é o centro do nosso mapa.

É quem nós somos! É quem nós devemos nos engajar num contínuo processo de ser quem nós nascemos para ser: o herói ou a heroína das nossas vidas.

O Sol é o coração de cada mapa natal.

O signo de Leão é associado ao coração. E no caso de Leão, se o seu coração não está pulsando com a sua vida, poderá desenvolver dores no peito, que na astrologia médica, é um sinal de: “pare e dê atenção à psique. Dê espaço para que ela faça a mudança em sua vida.”

Mitos são imagens de sentimentos, são padrões de desenvolvimento

O núcleo do impulso interior de cada signo (que é o que os mitos relatam) nos dá pistas para a jornada heróica das nossas vidas: a jornada em direção à nossa essência.

O Sol é o processo contínuo de se tornar autenticamente quem se é.

Foi Apolo, o deus Sol que trouxe o espírito para o homem. E Leão tem espírito!

O caminho solar implica participação ativa e consciente, ou o uso da própria vontade e da compreensão da pessoa – uma cooperação com o Divino.

O Ego e o Self

Jung usa uma analogia sobre o ego orbitando em torno do Self , como a Terra gira em torno do Sol quando se refere ao processo de individuação.

Em seu livro O Desenvolvimento da Personalidade ele escreveu: “um processo psicológico que transforma um ser humano num indivíduo – uma unidade única, indivisível, um “homem completo”.

Segundo Jung, se a mente consciente não se der conta de que há uma habilidade imaginativa e criativa no inconsciente, então o ego a negará.

Como isso funciona? De várias maneiras. O inconsciente pode enviar um sinal à mente consciente por intermédio do corpo, por exemplo, com a finalidade de chamar a atenção.

O Self é o centro natural de cada pessoa

O ego é um centro psicológico construído. É um substituto, criado para a pessoa entender e significar os conteúdos difusos ou não estruturados da sua própria psique e para fazê-los compreensíveis para quem o rodeia.

É um intermediário entre a existência interna de um indivíduo e o vasto universo externo.

No início das nossas vidas, nós nos percebemos entre dois mundos:

  • o mundo das experiências subjetivas delicadas e impossíveis de serem traduzidas e
  • um outro mundo externo, povoado por pessoas vitais para nós, mas que ignoram nossas riquezas e necessidades íntimas.

 

Ao não sermos reconhecidos em essência por aqueles que amamos e precisamos (eles também não estão em contato com a sua essência), duvidamos de nossa própria existência.

No desespero de quem precisa se sentir alguém, criamos uma representação de nós mesmos para tornar compreensível nossa realidade interior.

O ego se torna então uma máscara capaz de lidar ou manipular os relacionamentos.

Aos poucos a autoimagem que era fluida, torna-se fixa e passa a esconder a face original.

A máscara passa a nos esconder não só do outro, mas também de nós mesmos!

A busca da individualidade e da integridade, representada por Leão passa então a se confundir com a busca da perfeição, latente em Leão e que vai ser intensa no signo seguinte: Virgem.

O Sol, regente de Leão e representante do ego na astrologia, tem um peso especial no mapa

Enquanto o self é um mestre interno, capaz de dissipar todos os enganos da pessoa acerca de si mesma,o ego muitas vezes acaba se tornando tão rígido, que a pessoa desconsidera a necessidade de conhecer algo além dele.

O self aponta para uma resposta às situações, o ego aponta uma reação.

E isso diz muito sobre a sombra leonina.

A busca incessável pela validação e pelo aplauso, entendendo-o como um investimento em direção à sua realização pessoal.

Invés de criatividade, passa a acreditar ingenuamente que os aplausos carregam o afeto sincero que todo ser humano precisa.

A paternidade

Tanto Leão quanto Capricórnio representam aspectos da paternidade.

Sempre que eu vejo esses signos proeminentes no mapa de um(a) cliente, eu examino as questões relacionadas com o pai, da mesma forma que eu examino a relação com a mãe quando vejo muitos planetas em Câncer.

Faleraei mais do tema durante essa temporada nas minhas redes sociais.

Maldições Familiares: as dinâmicas do signo anterior

O Sol nos ajuda a lidar com os assuntos inacabados com a família. E essa é uma tarefa que requer a coragem do herói/heroína e o auxílio de um guia.

E família é tema de Câncer, o signo anterior, lembra?!

Na mitologia grega, as maldições familiares geralmente são iniciadas por alguém que ofende um deus.

Como a divindidade não recebeu o devido respeito, os descendentes devem sofrer até que a maldição seja concretizada ou desfeita.

A ofensa contra um deus é só uma modo de descrever a ofensa a um princípio arquetípico, um impulso de vida fundamental.

Negamos valor e respeito a alguma coisa e isso se infiltra na psique da família, causando conflito e sofrimento, que é transmitido através de gerações.

Esse é o lado sinistro da Lua com a vida familiar/comunitária, oculto nas sombras do afeto e da proteção da família.

O Ouro Solar: o potencial da jornada individual

O ouro solar é o potencial único presente em cada um de nós.

Se ficar enterrado no inconsciente lunar (emocional e familiar), existirá para sempre apenas como um “potencial”.

Para isso, empreender a jornada individual representada pelo Sol.

O herói se confronta com o dilema “que direito eu tenho de me transformar em algo que meus pais e meus antepassados jamais puderam ser, depois de tudo o que se sacrificaram em meu benefício”?

Claro, esse dilema é inconsciente e se expressa nas limitações da vida.

Por exemplo: sem saber porque, a pessoa mantém um padrão de fracasso financeiro ou mantém um padrão de repetição dos mesmos dramas emocionais da família.

Ela não segue adiante na sua vida. Sua vida não prospera porque ela está sendo leal ao seu sistema familiar.

Esse é o tipo de dinâmica vista com frequência no trabalho das Constelações Familiares.

Tomar consciência desse dilema é o primeiro passo. E ele é essencial.

Para transformá-lo, uma das técnicas que eu amo é EFT, porque ela vai muito além do processo cognitivo.

Concluindo

Nesse artigo eu trouxe muitas características do signo de Leão e da sua associação com o Sol – seu regente, e com a jornada solar – a jornada heróica na direção de ser.

É essencial compreender que nenhum de nós é um arquétipo mas que os arquétipos atuam em nós.

Ao conhecer mais sobre o signo de Leão e as dinâmicas que eu descrevi aqui envolvendo o ego e o Self, a intenção é trazer mais luz de consciência para o processo da sua vida: a jornada do herói ou da heroína que você é!

Desejo tudo de melhor na sua vida, com os votos de que a sua luz brilhe mais e que você confie no potencial único que VOCÊ carrega e É.

E se você quiser que eu faça uma leitura astrológica ou te apoie e acompanhe na sua jornada com os meus recursos, será uma honra para mim.

Para atendimentos e cursos, entre em contato.

About The Author

Scroll to Top